ECONOMIA - Indicador de recuperação de crédito cresce 0,1% em novembro

Compartilhar

Publicado em 11 de dezembro de 2018

O indicador de recuperação de crédito – obtido a partir da quantidade de exclusões dos registros de inadimplentes da base da Boa Vista –registrou aumento de 0,1% em novembro ante o mês anterior, de acordo com dados dessazonalizados.

No acumulado em 12 meses, o indicador apontou alta de 0,8% (dezembro de 2017 até novembro de 2018 frente aos 12 meses antecedentes). Em relação ao mesmo mês de 2017 houve queda de 3,1%.

Em termos regionais, na comparação acumulada em 12 meses, observou-se alta na região Sul (9,6%) e Sudeste (0,7%). Em sentido oposto, a região Norte foi o destaque negativo (-4,2%), seguido do Nordeste (-3,8%) e Centro-Oeste (-0,9%).

Apesar da fragilidade do mercado de trabalho e desempenho tímido da atividade econômica, o indicador segue uma retomada gradual, como indica a variação acumulada em 12 meses, que segue no campo positivo desde agosto.

Espera-se que com a diminuição da desocupação e melhora na renda, as famílias encontrem situação financeira mais favorável, que permitirá uma evolução mais consistente na recuperação de crédito.

Voltar a listagem de notícias