Fechar

Política de Cookies

Seção 1 - O que faremos com esta informação?

Esta Política de Cookies explica o que são cookies e como os usamos. Você deve ler esta política para entender o que são cookies, como os usamos, os tipos de cookies que usamos, ou seja, as informações que coletamos usando cookies e como essas informações são usadas e como controlar as preferências de cookies. Para mais informações sobre como usamos, armazenamos e mantemos seus dados pessoais seguros, consulte nossa Política de Privacidade. Você pode, a qualquer momento, alterar ou retirar seu consentimento da Declaração de Cookies em nosso site.Saiba mais sobre quem somos, como você pode entrar em contato conosco e como processamos dados pessoais em nossa Política de Privacidade. Seu consentimento se aplica aos seguintes domínios: singularcontabil.com

Seção 2 - Coleta de dados

Coletamos os dados do usuário conforme ele nos fornece, de forma direta ou indireta, no acesso e uso dos sites, aplicativos e serviços prestados. Utilizamos Cookies e identificadores anônimos para controle de audiência, navegação, segurança e publicidade, sendo que o usuário concorda com essa utilização ao aceitar essa Política de Privacidade.

Seção 3 - Consentimento

Como vocês obtêm meu consentimento? Quando você fornece informações pessoais como nome, telefone e endereço, para completar: uma solicitação, enviar formulário de contato, cadastrar em nossos sistemas ou procurar um contador. Após a realização de ações entendemos que você está de acordo com a coleta de dados para serem utilizados pela nossa empresa. Se pedimos por suas informações pessoais por uma razão secundária, como marketing, vamos lhe pedir diretamente por seu consentimento, ou lhe fornecer a oportunidade de dizer não. E caso você queira retirar seu consentimento, como proceder? Se após você nos fornecer seus dados, você mudar de ideia, você pode retirar o seu consentimento para que possamos entrar em contato, para a coleção de dados contínua, uso ou divulgação de suas informações, a qualquer momento, entrando em contato conosco.

Seção 4 - Divulgação

Podemos divulgar suas informações pessoais caso sejamos obrigados pela lei para fazê-lo ou se você violar nossos Termos de Serviço.

Seção 5 - Serviços de terceiros

No geral, os fornecedores terceirizados usados por nós irão apenas coletar, usar e divulgar suas informações na medida do necessário para permitir que eles realizem os serviços que eles nos fornecem. Entretanto, certos fornecedores de serviços terceirizados, tais como gateways de pagamento e outros processadores de transação de pagamento, têm suas próprias políticas de privacidade com respeito à informação que somos obrigados a fornecer para eles de suas transações relacionadas com compras. Para esses fornecedores, recomendamos que você leia suas políticas de privacidade para que você possa entender a maneira na qual suas informações pessoais serão usadas por esses fornecedores. Em particular, lembre-se que certos fornecedores podem ser localizados em ou possuir instalações que são localizadas em jurisdições diferentes que você ou nós. Assim, se você quer continuar com uma transação que envolve os serviços de um fornecedor de serviço terceirizado, então suas informações podem tornar-se sujeitas às leis da(s) jurisdição(ões) nas quais o fornecedor de serviço ou suas instalações estão localizados. Como um exemplo, se você está localizado no Canadá e sua transação é processada por um gateway de pagamento localizado nos Estados Unidos, então suas informações pessoais usadas para completar aquela transação podem estar sujeitas a divulgação sob a legislação dos Estados Unidos, incluindo o Ato Patriota. Uma vez que você deixe o site da nossa loja ou seja redirecionado para um aplicativo ou site de terceiros, você não será mais regido por essa Política de Privacidade ou pelos Termos de Serviço do nosso site. Quando você clica em links em nosso site, eles podem lhe direcionar para fora do mesmo. Não somos responsáveis pelas práticas de privacidade de outros sites e lhe incentivamos a ler as declarações de privacidade deles.

Seção 6 - Segurança

Para proteger suas informações pessoais, tomamos precauções razoáveis e seguimos as melhores práticas da indústria para nos certificar que elas não serão perdidas inadequadamente, usurpadas, acessadas, divulgadas, alteradas ou destruídas.

Seção 7 - Alterações para essa política de privacidade

Reservamos o direito de modificar essa política de privacidade a qualquer momento, então por favor, revise-a com frequência. Alterações e esclarecimentos vão surtir efeito imediatamente após sua publicação no site. Se fizermos alterações de materiais para essa política, iremos notificá-lo aqui que eles foram atualizados, para que você tenha ciência sobre quais informações coletamos, como as usamos, e sob que circunstâncias, se alguma, usamos e/ou divulgamos elas. Se nosso site for adquirido ou fundido com outra empresa, suas informações podem ser transferidas para os novos proprietários para que possamos continuar a vender produtos e serviços para você

TECNOLOGIA - Open banking: será que é para você? Entenda como funciona

Compartilhar

Publicado em 08 de agosto de 2022

Quase todos os dias são divulgadas notícias sobre open banking (ou Sistema Financeiro Aberto), de suas novidades, dicas ou funcionamento, mas ainda existem dúvidas entre os brasileiros sobre o que é esse serviço na prática.

O open banking nada mais é do que um conjunto de regras estabelecidas pelo Banco Central do Brasil para o compartilhamento de dados de clientes entre instituições financeiras, como bancos e fintechs, por meio da integração de seus sistemas. 

O objetivo é que essa abertura de informações aumente a competitividade no mercado e a qualidade dos serviços, que tendem a se tornar mais personalizados e com tarifas mais baixas.

Apesar de já ser uma realidade no dia a dia dos brasileiros e de oferecer vantagens para todo o mercado financeiro e seus consumidores, muitas pessoas ainda não sabem exatamente do que o Open Banking se trata. A falta de conhecimento traz dúvidas, além de dar espaço para incertezas e angústias.

“Quando falamos de dados pessoais e financeiros, é natural que a gente se sinta ameaçado e surjam dúvidas e medos. Ninguém quer ter sua privacidade invadida ou ver seus dados sendo usados de forma inadequada”, explica a Executiva de Estratégias e Operações da Simplic, fintech de crédito pessoal online, Thaíne Clemente.

Segundo ela, aí está a importância de esclarecer para a população sobre o que o Open Banking significa, pois o sistema é uma evolução que beneficia toda a sociedade e, tendo essa clareza, todos ficam mais confortáveis para usufruir dessas vantagens.

Pensando nisso, a executiva esclarece alguns mitos e verdades que geram dúvidas em torno do Open Banking. 

Segurança no compartilhamento

O compartilhamento das informações bancárias está nas mãos dos clientes, que só deve acontecer mediante sua autorização feita por meio digital, seja por sites ou aplicativos de celular das instituições financeiras, seguradoras ou fintechs. 

A opção para aderir ao sistema deverá aparecer na tela do dispositivo que está sendo usado para acessar os canais digitais da instituição. É neste momento que a instituição pergunta se há interesse em compartilhar os dados de cadastro ou histórico de transações que o cliente possua em outra instituição também participante do Open Banking.

 “Ou seja, trata-se de um sistema que faz com que o cliente tenha total controle sobre quem acessa seus dados compartilhados, além de segurança, pois cada autorização é única, sendo totalmente reversível, e o compartilhamento tem que seguir as diretrizes da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) , sem falar que não é para sempre, pois cada autorização tem a validade de 12 meses.” ressalta a especialista

Dados expostos

Um dos maiores receios dos usuários é a exposição indiscriminada de suas informações. Porém, no caso do Open Banking, esse risco é minimizado e os dados são protegidos conforme as diretrizes da LGPD.  

Todo o processo é fiscalizado pelo Banco Central. Além disso, os dados serão compartilhados apenas mediante o consentimento do consumidor, dando a ele total controle e autonomia para decidir o que quer compartilhar, com quem e até quando -- o consumidor pode revogar seu consentimento a qualquer tempo.

Crédito facilitado

Com o Open Banking, os clientes terão acesso a crédito com mais agilidade e menos burocracia, acessando linhas de financiamento realmente compatíveis com seu perfil, já que as ofertas serão mais personalizadas.

"Uma vez que as empresas facilitadoras de crédito podem acessar os dados de cada cliente e conferir seu histórico financeiro em outras instituições do mercado, isso ajuda muito na hora de planejar a proposta de crédito adequada às necessidades de cada cliente e facilita a contratação", explica Thaíne.

Ofertas indesejadas

Uma preocupação comum entre os consumidores é que, ao compartilhar dados, tenham que lidar com inúmeros contatos via telefone e e-mail com ofertas que não são do seu interesse. 

Porém, isso tende a diminuir, já que os produtos serão planejados conforme o perfil do consumidor e o que é relevante para ele. 

“O Open Banking, assim como a LGPD, protege os consumidores, fazendo com que a transação dos dados seja feita somente com o consentimento do usuário, de maneira clara e para finalidades específicas, aumentando sua segurança e reduzindo as ofertas de produtos indesejados", finaliza a especialista.

Com informações Simplic e Agência NoAr

Voltar a listagem de notícias